marcos Abdo Arbex Marília de Castro classifique o cálculo do som Varella Hélio Ribeiro de Siqueira Fernando augusto Fiúza de Mello Sobre os autores

Os objetivos principais do curar da tuberculose são tratamento o doentes e minimizar der possibilidade de transmissão do bacilo para indivíduos saudáveis. Reagir adversas alternativamente interações ns drogas antituberculose entrou si e com outros fármacos podem causa raiz modificação ou descontinuação da terapêutica. Revisamos sucintamente emprego novo tratamento farmacológico da tuberculose introduzir pelo o conjunto da saúde do brasil em 2009 e mostramos os mecanismos normal de ação, absorção, metabolização e excreção dos medicamentos utilizados durante esquema básico. Descrevemos as reações adversas e together interações (com medicamentos, comida e antiácidos) então como a abordagem mais apropriado para situações especiais, como gravidez, amamentação, insuficiência hepática e renal. Demasiado descrevemos os mecanismos pelos que as interações do drogas antituberculose dá esquema básico podem causar hepatite medicamentosa e together possíveis escolha alternativa nessa situação.

Você está assistindo: Anticoncepcional faz efeito no primeiro dia

Tuberculose; Interações de medicamentos; Antibióticos antituberculose; ações farmacológicas; Toxicidade de drogas; festa hepática induzida através dos drogas


The main objectives the tuberculosis therapy ser estar to cure ns patients and to minimize the possibility of transmission of the bacillus to healthy subjects. Adverse effects of antituberculosis medicine or drug interactions (among antituberculosis medicine or in between antituberculosis drugs and other drugs) have the right to make it necessary to change or discontinue treatment. We briefly review the new guidelines for the pharmacological therapy of tuberculosis, presented by ns Brazilian national Ministry of wellness in 2009, e describe the em geral mechanism that action, absorption, metabolization, and excretion of the first-line drugs provided in a basic regimen. We define adverse drug reactions and interactions (with various other drugs, food, and antacids), too as a most appropriate technique to unique situations, such together pregnancy, breastfeeding, liver failure, e kidney failure. We additionally describe the mechanisms through which a interactions among the antituberculosis drugs offered in the basic regimen can cause druginduced hepatitis, and we discuss a alternatives in this situation.

Tuberculosis; medicine interactions; Antibiotics, antitubercular; Pharmacologic actions; drug toxicity; Drug-induced liver injury


ARTIGO DE REVISÃO

Drogas antituberculose: interações medicamentosas, efeitos adversos e usar em situação especiais. Parte 1: fármacos de primeira linha* * trabalhar realizado no Hospital Nestor Goulart Reis, Secretaria de bateau da saúde do bang de elas Paulo, américo Brasiliense (SP) Brasil.

Marcos Abdo ArbexI; Marília de Castro calcificação VarellaII; Hélio Ribeiro de SiqueiraIII; Fernando augusto Fiúza de MelloIV

IMédico. Sujeito de Clínica Médica, departamento de Medicina, Universidade comunidade de elas Paulo/Escola Paulista de Medicina. Pneumologista. Hospital estado Nestor Goulart Reis, Secretaria de bang da saúde do bateau de eles são Paulo, americano Brasiliense (SP) brasil

IIProfessora Assistente. Disciplina de Clínica Médica, faculdade de medicina da universidade de Mogi ns Cruzes, Mogi a partir de Cruzes (SP) brasil

IIIProfessor Visitante. Sujeito de Pneumologia e Tisiologia, universidade de ciência Médicas, universidade do estado do rio de Janeiro. Médico Responsável. Ambulatório de Tuberculose, hospitais Universitário pedro Ernesto, universidade do bang do fluxo de Janeiro, rio de janeiro (RJ) brasil

IVDiretor. Instituto Clemente Ferreira, Coordenadoria de direção de Doenças, Secretaria de bang da saúde do bang de são Paulo, São pólo (SP) Brasil

Endereço ao correspondência

RESUMO

Os objetivos principais do curar da tuberculose são curar o paciente e minimizar naquela possibilidade de transferir do bacilo para indivíduos saudáveis. Reação adversas alternativamente interações das drogas antituberculose adentraram si e abranger outros fármacos podem razão modificação ou descontinuação da terapêutica. Revisamos sucintamente emprego novo tratamento farmacológico da tuberculose introduzido pelo ministério da saúde do brasil em 2009 e mostramos os mecanismos normal de ação, absorção, metabolização e excreção são de medicamentos utilizados no esquema básico. Descrevemos as reações adversas e together interações (com medicamentos, comida e antiácidos) assim como a abordado mais apropriado para caso especiais, como gravidez, amamentação, insuficiência hepática e renal. Demasiado descrevemos os mecanismos pelos quais as interações das drogas antituberculose do esquema básico podem causa hepatite medicamentosa e as possíveis alternativas nessa situação.

Descritores: Tuberculose; Interações de medicamentos; Antibióticos antituberculose; ações farmacológicas; Toxicidade de drogas; doença hepática induzida através dos drogas.

Introdução

No Brasil, os esquema de tratamento da tuberculose elas padronizados a partir de 1979 pelo gabinete da Saúde. Na última padrão técnica, liberado em outubro de 2009, o tratamento indicado para tudo os casos novos de tuberculose pulmonar e extrapulmonar, portanto como para tudo os casos de recidiva e de retorno depois de ~ abandono, é a usar de quatro medicamento em um músicas comprimido alcançar dose determinado combinada: rifampicina, isoniazida, pirazinamida e etambutol através dois meses e, numa segunda fase, isoniazida e rifampicina por adicionando quatro mês (esquema 2RHZE/4RH).(1,2) Nos caso de meningoencefalite pela tuberculose, excluir preconizado ministérios mesmo planejar inicial, estendendo-se der segunda fase por sete meses e associando-se um corticosteroide durante primeiro mês de tratamento. Existem propostas de curar para casos de intolerância a uma a partir de drogas de primeira aquecer e para outras situações clínicas, como as hepatopatias.(1,2)

Os paciente portadores de bacilos resistentes der isoniazida e rifampicina, de bacilos resistentes der isoniazida, rifampicina e outro fármaco de primeira linha alternativamente pacientes alcançar falência aos esquema básico constituem um grupo de doentes classificar como proprietário de tuberculose multirresistente. Para esses casos, obtivermos proposto um plano constituído por estreptomicina, etambutol, terizidona, pirazinamida e ns quinolona (levofloxacina ou ofloxacina).(1,2) Na impossibilidade de se utilizar estreptomicina, essa é substituída através amicacina.(1,2) pacientes portadores de tuberculose extensivamente resistente (do inglês extensively drug resistant) tem que ser encaminhados para centros de autoridade para resolver terciários e utilizarem usualmente individualizados alcançar fármacos de reserva, que incluem capreomicina, moxifloxacina, sabor azedo para-aminossalicílico e etionamida.(2)

O desenhado 1 demonstração as bondade preconizadas pelo gabinete da Saúde/Sociedade brasileiros de Pneumologia e Tisiologia,(1,2) american Thoracic society (ATS)/Centers para Disease Control e Prevention (CDC)/Infectious Diseases society of américa (IDSA)(3) e organização Mundial de saúde (OMS)(4,5) para as drogas ~ acima citadas.


*

Apesar da compridas eficácia a partir de esquemas terapêuticos, aprender mostram eu imploro seu perdão os fármacos usado podem makeover interações medicamentosas indesejáveis entrou si ou com outros medicamentos em uso pelo paciente, assim como reagir adversas eu imploro seu perdão podem introduzir diferentes graus de severidade.(3)

A interação medicamentosa isso pode ser definida como a influência recíproca entrada um ou adicionar fármacos e tem gostar de consequência um efeito diferente dá esperado ou desejado. As interações medicamentosas podem interferir nas concentrações séricas e, consequentemente, na eficácia são de fármacos envolvidos.(6)

Os elementos relacionados às reação adversas ~ por tuberculostáticos eles são variados, estando relacionados, sobretudo, à dose, horários de gestão da medicação, idade são de paciente e seu estado nutricional, boa como à presença de doenças alternativamente disfunções pré-existentes, tais gostar alcoolismo, compromisso da efeito hepática alternativa renal e coinfecção pelo HIV.(7) µ

Reações adversas adicionando graves contribuir para mudanças enquanto esquema terapêutico, aos uso de aproximadamente menos ativas e eventualmente acrescido tóxicas,(8,9) alcançar substancial elevação nos custos do tratamento, então como no consistência de consultas domiciliares, ambulatoriais e de hospitalizações.(10) esses reações podem causa raiz a interrupção ou o abandono do tratamento,(11) abranger consequente aumentar da resistência adquirida, falência do tratamento, aumentar do consistia de casos de tuberculose(12) e, mas que raramente, do consistência de óbitos.(13)

Segundo o gabinete da Saúde dá Brasil, naquela incidência de reações adversas menores ou leves em paciente tratados alcançar o pessoa velha esquema ns (2RHZ/4RH) foi ~ de 5-20% e não implicava na modificação imediata são de esquema padronizado. As reagir maiores ou graves eles são menos freqüente (em torno de 2%), podendo chegada a 8% em serviços especializados, e implicavam na interrupção alternativamente na alteração dá tratamento. São é considerado efeitos adversos menores náuseas, vômitos, epigastralgia, agonizante abdominal, artralgia, artrite, neuropatia periférica, prurido cutâneo, cefaleia e alterada de atos (insônia, ansiedade, diminuir da libido e euforia). Os efeitos adversos prolongar são exantema, vertigem, mufose e efeitos relacionados à hepatotoxicidade (vômitos, alteração ns provas de função hepática e hepatite). Entretanto, em um pesquisar recente avaliando 329 prontuários de paciente de um serviço acadêmico, passou a ser relatados 41,1% de reações adversas juvenil e 12,8% de reação maiores.(14) der diferença adentraram os resultados sugere que, enquanto o acompanhamento no data a dia da prática clínica, nem tudo os possíveis efeitos colaterais sejam questionados. Provavelmente esses efeito ocorram de uma forma tão leve alternativa mesmo fugaz o que os pacientes não considerem relevante relatá-los vir médico.(14) além disso, pela vezes, há dificuldades em se juiz a eficácia alternativamente a toxicidade de uma determinada droga em particular, considerando-se que naquela medicação para naquela tuberculose denominações usualmente gerenciou em regimes de muito de fármacos combinados, emprego que torna essencial que emprego profissional da saúde tenha um ampla conhecimento sobre der farmacodinâmica, together interações e possíveis efeitos colaterais das drogas usado na associação.

Neste itens de revisão, descrevemos as características principais de cada droga são de esquema básico utilizado no curar da tuberculose, segue proposto pelo ministério da saúde do brasil e para ele Sociedade brasileiro de Pneumologia e Tisiologia,(1,2) assim como os enfrentar de seus farmacocinética eu imploro seu perdão são relevantes para a entendimento dos mecanismos de interação e são de possíveis efeito adversos.

Isoniazida

A isoniazida denominações um dos mais importantes fármacos no tratamento da tuberculose. É utilizada são de 1952. Tem inventar simples, educado de um loop piridina e um agrupados hidrazida, e sua concentração inibitória mínima (CIM) para o Mycobacterium tuberculosis diferente de 0,02-0,20 µg/mL. Tem função bactericida acima de os bacilos de multiplicação rápida, mas tem enredo restrita para os bacilos de desenvolve lento (geralmente intracelulares) e essa de multiplicação intermitente (geralmente extracelulares).(15,16)

instrumento de movimento

A isoniazida denominações uma pré-droga o que necessita ser ativada para o enzima catalase/peroxidase (KatG) dá M. Tuberculosis, consequentemente fabricação radicais reativos de oxigênio (superóxido, peróxido de hidrogênio e peroxinitrato) e radical orgânicos eu imploro seu perdão inibem naquela formação de sabor azedo micólico da muro celular, causando dano vir DNA e desde o morte do bacilo. Ministérios mecanismo adicionando comum de resistência à isoniazida abrange mutações na KatG, que diminuem sua atividade, impedindo a fig do pró-fármaco em seu metabólito ativo.(15,17)

Metabolização e excretar

A metabolização é hepática, por acetilação pela N-acetiltransferase, que produz acetilisoniazida e sabor azedo isonicotínico. A velocidade de acetilação é peculiaridade genética de por paciente. Sim pacientes abranger fenótipo para naquela acetilação rápida alternativamente lenta, sendo controverso se esses últimos são adicionar propensos a manifestações de hepatotoxicidade, du de não haver diferença na atividade antimicrobiana. Naquela isoniazida denominada excretada pela via renal (70-96%), gerando, na deles maior parte, metabólitos inativos; 7% da isoniazida excretada na urina podem aparecer de forma livre nós pacientes alcançar acetilação rápida, e 37% entre eles pode aparecer de formato conjugada nós pacientes alcançar acetilação lenta. Uma junior proporção é eliminada pelas fezes. Der meia-vida fica em torno de uma h nós pacientes abranger fenótipo de acetilação rápida (variação: 0,5-1,6 h) e de 2-5 h naqueles alcançar fenótipo de acetilação lenta, elevando-se ainda adicionando na existe de hepatopatias e de insuficiência renal.(16,18)

Sistema nervoso Central (SNC)

A concentração no líquido cefalorraquidiano (LCR) é similar àquela no plasma.(3)

efeitos adversos

A isoniazida, enquanto utilizada gostar de droga apenas um na profilaxia da tuberculose, na sheep de 10 mg/kg ao dia até um máximo de 300 mg, geralmente algum causa efeitos colaterais em individual sem hepatopatia alternativamente insuficiência renal.(3) aquelas é der dose preeminência para ministérios tratamento atual da tuberculose no brasil em associação com outros fármacos.(1,2)

efeitos adversos insignificante


• Náuseas, vômitos e epigastralgia: Ocorrem alcançar pouca frequência no início dá tratamento alcançar isoniazida no decorrer usada em isolamento na quimioprofilaxia da tuberculose. A tomada a partir de medicamento 2 h após a primeiro refeição e o uso de medicação sintomática (metoclopramida, ranitidina alternativa omeprazol) podem com licença os sintomas.(7)

• altura transitória e assintomática das enzimas hepáticas: O aumentar em até três vezes, acima de dos gradual séricos normais, da enzima alanina aminotransferase (anteriormente é transaminase pirúvica), o que é adicionar específica ao indicar mulher hepático que der aspartato aminotransferase (anteriormente denominada transaminase oxalacética), pode acontecer em até 10-20% a partir de pacientes eu imploro seu perdão utilizam naquela isoniazida isoladamente. Os níveis a partir de enzimas retornam vir normal abranger a contínuo do tratamento.(3,19-22)

• Artralgia: É rara e responde vir tratamento abranger o uso de anti-inflamatórios algum hormonais.(7,23)

• Alterações de comportamento: Podem acontecer cefaleia, insônia, euforia, agitação, ansiedade e sonolência.(7,23)

• Acne na cara a cara e tronco: É 1 manifestação compartilhado que desaparece com a suspensão são de medicamento.(23)

• Prurido cutâneo alternativamente febre: O doentes identifica emprego sintoma após ingerir ministérios medicamento.(23)


• Psicose, crise convulsiva, confusão mental e coma: São expressão menos frequentes, adicionando graves e, por vezes, de difícil diagnóstico. Deve-se considerado o diagnóstico diferencial abranger meningite tuberculosa e encefalopatia hepática. Tenho relatos de esforços de suicídio alcançar o usar da isoniazida.(24-26)

• Alterações hematológicas alternativa vasculite: São cru e ocorrem pela hipersensibilidade.(23)

• Neuropatia periférica: ocorre em abrangendo 20% dos casos. É dose depender e anormal quando a posologia denominada de 5 mg/kg aos dia. Naquela frequência aumenta alcançar doses prolongar que 300 mg/dia. O risco de polineurite conseguir um aumento em condições associadas, tais gostar idade avançada, diabetes mellitus, alcoolismo, deficiência nutricional, fenótipo de acetilação lenta, epidemia pelo HIV, insuficiência renal, gravidez e amamentação. A profilaxia isso pode ser obtida alcançar a usar de piridoxina na dose de 25-50 mg/dia. O desenvolvimento de poli-neurite requer emprego uso de 100-200 mg/dia da vitamina.(3,5,27,28)

• Hepatite clínica: estudar recentes demonstrar que naquela incidência de hepatite clínica é menor são de que se imaginava previamente. A incidência de hepatite foi de 0,6% em uma meta-análise que reuniu seis estudar que analisaram emprego uso da isoniazida isoladamente. Quando associada à rifampicina, esse índice atingia 2,7%. Enquanto se utiliza a isoniazida isoladamente, o risco aumenta alcançar o aumentar da idade, sendo cru em indivíduos abaixo de 20 anos, mas chegar a 2% em pacientes adentraram 50-64 anos. O risco também aumentar em indivíduos alcançar doença hepática prévia, alcançar o consumo diário ou elevado de álcool e em desativar no pós-parto imediato. Naquela hepatite fatal denominações extremamente rara e pode ocorre em menor que 0,023% dos casos. É essencial suspender o curar e definiram a droga causadora, em circunstâncias de esquema alcançar múltiplas aproximadamente (Ver até o tema Hepatotoxicidade).(3,7,19-22)

• Lupus-like: Os paciente podem desenvolver anticorpos antinucleares enquanto o uso são de fármaco. Guardada que 1% crescente lúpus eritematoso sistêmico. Incluído caso, der incidência é a mesmo em ambas os sexos. O fármaco até pode nervoso o lúpus pré-existente.(3,29,30)


utilização na gravidez

Categoria C. Considera-se inválido o usar na gravidez, contudo há ameaça de hepatite no cerca de pós-parto. Der OMS recomenda ministérios uso de piridoxina (25-50 mg/dia) naquela toda naquela gestante em uso de isoniazida. Há ameaça de perigo convulsiva durante recém-nascido.(3,5,31)

utilização na amamentação

Considera-se naquela droga compatível com a amamentação, contudo sugere-se monitorar a bebês quanto à geração de icterícia.(32)

utilização na insuficiência hepática

É ns droga hepatotóxica, de quem efeito fica adicionando evidente dentro hepatopatias, durante alcoolismo e nós indivíduos para 50 anos, pacientes aqueles que apresenta meia-vida da isoniazida mais longa e gradual séricos acrescido elevados. Recomenda-se, nesses situações, um controle clínicos laboratorial mais frequente.(3,33)

utilização na insuficiência rim

Não denominada necessário definições de quantia em paciente portadores de insuficiência renal alternativamente em paciente submetidos à hemodiálise.(3,4,34)

Interações

alimentos

A isoniazida ele deve ter ser administrada abranger o estômago tambor e requer um meio ácido para sua absorção. Os alimentos, especialmente os carboidratos, nervoso uma diminuição na absorção são de medicamento em até 57% e uma diminuição de até 30% na concentração plasmática. Deve-se evitar administrador o medicamento alcançar líquidos conter uma excessiva quantidade de glicose ou lactose. Naquela isoniazida inibe der enzima monoaminoxidase, razão pela o que se ele deve ter evitar naquela ingestão concomitante abranger alimentos ricos em tiramina e histamina, como por exemplo, certos tipos de queijo (suíço e Cheshire), peixes (atum e arenque) e álcool, especial o vinho tinto. Os sintomas dessas associações incluem palpitação, sudorese, lavar a louça facial, calafrios, cefaleia, diarreia, eritema e prurido.(35)

Antiácidos

Medicamentos que aumentar o pH gástrico retardam der absorção da isoniazida. Antiácidos contendo hidróxido de alumínio e ranitidina preciso ser administrados uma hora após a administração de isoniazida.(35)

aproximadamente

A isoniazida denominada inibidora a partir de famílias CYP2C9, CYP2C19 e CYP2E1 dá sistema citocromo P450 (CYP450), mas tem um é feito mínimo na morada CYP3A. Essa enredo inibidora da isoniazida pode elevar a concentração plasmática de papel medicamentos der níveis tóxicos.(3,36) Anticonvulsivantes, gostar fenitoína e carbamazepina, você pode ter sua concentrações plasmáticas aumentadas quando utilizadas em associação alcançar isoniazida.(37) O idêntico acontece abranger os benzodiazepínicos metabolizados pela oxidação, como diazepam e triazolam, então como com teofilina, ácido valproico, dissulfiram, acetominofeno e anticoagulantes orais. A associação isoniazida/levodopa ele pode provocar hipertensão, palpitações e rubor facial.(3,5,6,38)

Rifampicina

A rifampicina é o fármaco adicionar importante no curar da tuberculose. É utilizada desde 1966 e naquela CIM para ministérios M. Tuberculosis denominações de 0,05-0,50 µg/mL.(15) É um fármaco bactericida que agir tanto no bacilo em desenvolve e metabolicamente ativo quanto na fase estacionária, abranger metabolismo reduzido. Essa característica e deles associação com a pirazinamida permitem o encurtamento no tratamento da tuberculose ao seis meses.(3)

instrumento de ação

A rifampicina inibe a depoimento gênica da micobactéria pela bloqueio da RNA polimerase DNA dependente, ministérios que impede a síntese de RNA mensageiro (RNAm) e de proteína cabelo bacilo, produzindo deceleia celular.(39) naquela resistência à rifampicina ocorre devendo à mutação dá gene rpoB, o que codifica a prisão beta da RNA polimerase.(15,39)

Metabolização e excreção

Após der ingestão oral de uma dose de 600 mg, o auge sérico plasmático de 5-10 µg/mL denominada atingido entre 2 e 4 h. Quase certo 85% a partir de medicamento excluir metabolizado no decorrer fígado por de enzimas microssomais integrantes a partir de sistema CYP450. Naquela excreção se faz por via biliar (60-65%). Ajudando da rifampicina (6-15%) é excretada, algum metabolizada e reabsorvida enquanto intestino, cada vez mais progressivamente o nível sérico a partir de fármaco. Ao final de quase certo 14 dias, ocorre naquela produção de enzimas que conseguir um aumento o metabolismo a partir de fármaco (autoindução metabólica), alcançar redução da meia-vida de 3-5 h ao 2-3 h. 1 menor ajuda do fármaco é excretada para o urina.(40,41)

SNC

A concentração da droga enquanto SNC dispor somente 10-20% da concentração sérica. Entretanto, é suficiente para der eficácia clínica. Der concentração aumentar quando as meninges ser estar inflamadas.(3)

efeitos adversos(3,4,5,7)

insignificante


• reação gastrointestinais: Podem ocorrer náuseas, anorexia e dor abdominal. Naquela incidência é variável, contudo os sintomas raramente são severos o suficiente para gara à retirada da droga. Podem está dentro tratadas segue o descrito para der isoniazida.

• Lágrima, suor e urina cor de laranja: Alertar o paciente quanto a esta possibilidade. Ele pode provocar manchas em lentes de contato.

• reações cutânea: Prurido alcançar ou sem eritema pode ocorre em 6% do pacientes. Aquelas reação geralmente denominações discreta e, na grande maioria do vezes, que impede a continuação do tratamento. Capaz necessário ministérios uso de medicação local alternativa sistêmica (hidratantes, anti-histamínicos ou mesmo corticoides).

• Síndrome flu-like: são sintomas semelhante à gripe. É de figura raro e acontecer em casos que usam planejar intermitente.

• Podem também ocorrer cansaço, tonturas, cefaleia, dispneia e ataxia.


• Exantema: isso pode ser devido aos uso de rifampicina ou ter duro produzido através dos outro aproximadamente associado. Suspender o tratamento e introduzido os aproximadamente um naquela um, para definiram o fármaco causador.

• Hepatotoxicidade: ele pode fazer ocorrer altura transitória e assintomática nos gradual séricos das bilirrubinas e do enzimas hepáticas em 5% no pacientes, então de seus normalização, não tem a requerimento de interrupção da medicação. Entretanto, pode ocorre hepatite clínica alcançar padrão colestático em 2,7% no pacientes, quando naquela droga é gerenciou em combinação com isoniazida, e em até 1,1%, quando administrada em associação alcançar outras medicamento tuberculostáticas sem ministérios uso de isoniazida concomitante.

Ver mais: 20 Semanas São Quantos Meses De Gestação ? Bebês E Crianças 20 ª Semana (Se) De Gravidez

• reagir imunológicas: Podem acontecer trombocitopenia, leucopenia, eosinofilia, anêmico hemolítica, agranulocitose, vasculite, nefrite no meio da midsta aguda e choque. Essas reações elas raras, ocorrendo em guardada de 0,1% são de pacientes, mas generais são graves, com a necessidade de modificação a partir de esquema terapêutico.


utilização na gravidez

Categoria C. Der rifampicina tem sido usada durante naquela gestação sem relatos de efeito teratogênicos.(3,5,31) Deve-se administrar, por precaução, vitamina K vir recém-nascido ao evitar naquela ocorrência de hemorragia pós-natal.(42)

usar na amamentação

A droga é compatível com a amamentação, mas sugere-se monitorar a bobber quanto à ocorrência de icterícia.(5,32)

usar na insuficiência hepática

O clearance dá medicamento pode está dentro comprometido na presença de insuficiência hepática, causando elevação a partir de medicamento nos gradual séricos. Todavia, em estar permitido para da significado da rifampicina nos plano para tratamento da tuberculose, der droga geralmente denominações incluída sob apreciação clínica e laboratorial freqüente (Ver também o sujeito Hepatite Medicamentosa).(3)

utilização na insuficiência rim

Pelo na realidade de ter metabolismo hepático, der rifampicina pode ser usada em paciente portadores de insuficiência rim em quantia plenas.(3-5)

Interações

comida

A rifampicina ele deve ter ser ingerida abranger o estômago vazio. Os alimentos provocam uma diminuir na absorção em até ~ 26% e prolongam ministérios tempo para der droga alcançar a concentração máxima, que pode estar diminuída em 15-36%.(35)

Antiácidos

Antiácidos contendo hidróxido de alumínio retardam naquela absorção da rifampicina.(35)

medicamento

A rifampicina ele apresenta um grande número de interações medicamentosas. Emprego fármaco é um potente indutor dá sistema citocromo P450 (CYP450), consiste em as subfamílias CYP3A e CYP2C, o que representam adicionar de 80% ns isoenzimas da CYP450. Portanto, naquela rifampicina pode conseguir um aumento o linha de numerosos fármacos que são metabolizados de forma parcial alternativa total pele CYP450, quando administração de método concomitante. Além disso disso, naquela rifampicina também induz a UDP-glicuroniltransferase, diferente enzima implicada no metabolismo de diversos medicamentos que eles podem fazer ter seus nível plasmáticos reduzidos quando administrados em conjunto.(43,44)

A possibilidade a partir de interações medicamentosas abranger a rifampicina exigir uma anamnese terapia rigorosa em relação ~ por medicamentos em uso. Os próximo fármacos têm sua concentração plasmática diminuída quando administração concomitantemente à rifampicina: hipoglicemiantes orais (sua dosagem possivelmente haveria que ser ampliar e, através dos vezes, excluir necessário deles substituição através dos insulina)(45); inibidores de proteases e inibidores da transcriptase reversa algum nucleosídeos, podendo-se, entretanto, utilizar efavirenz ou saquinavir alcançar ritonavir, sem a requerimento de suspensão da rifampicina(46); anticoagulantes orais, alcançar a monitorização cuidadosa da sheep e da internacional normalized ratio; e é diferente drogas, como ácido valproico, antidepressivos (nortriptilina, sertralina), barbitúricos, benzodiazepínicos, bloqueadores beta-adrenérgicos, cetoconazol, cloranfenicol, anticoncepcionais, corticosteroides, ciclosporina, dapsona, digoxina, diltiazem, enalapril, fenitoína, fluconazol, haloperidol, itraconazol, macrolídeos, nifedipina, quinidina, rapamicina, sinvastatina, teofilina e verapamil.(3,6,7,47). A gestão de rifampicina em conjunto com cetoconazol ou sabor azedo para-aminossalicílico diminuir os nível séricos da mesma. Aconselha-se espaçar em até ~ 12 h o descanso de administração entrou os fármacos.(48,49)

Pirazinamida

A pirazinamida é um derivado do sabor azedo nicotínico, alcançar estrutura molecule similar a da isoniazida, contudo sem resiliência cruzada alcançar a mesma. A droga adquirindo sintetizada em 1936 e excluir utilizada gostar tuberculostático são de 1952. Naquela CIM para ministérios M. Tuberculosis diferente de 6,25-50,0 µg/mL em pH = 5,5. É bem absorção após a administração oral e distribui-se longe em todo ministérios organismo. Comprável a concentração máxima plasmática em 2 h. É bactericida e sim uma potente enredo esterilizante, predomina em meio sabor azedo no doméstica dos macrófagos e em gamas de inflamação aguda. Na lesão pulmonar através tuberculose, os bacilos fagocitados por macrófagos atualmente seu crescente inibido pelo ambiente sabor azedo do domestic dos fagolisossomas. O crescimento também se achar inibido naquela zonas inflamatórias da muro cavitária pelo pH ácido. Aqueles bacilos, denominados persistentes e em estágio de multiplicação esporádica, são os responsáveis pela recaída bacteriológica da tuberculose. Naquela pirazinamida excluir o medicamento mais eficaz porque o eliminar aqueles população. Aqueles atividade da pirazinamida, é esterilizante, permitiu naquela redução dá esquema de curar RHZ ao seis meses.(3,50,51) emprego M. Tuberculosis é o solteiro microorganismo suscetível naquela pirazinamida.(50,51)

mecanismo de movimento

É 1 pré-droga que necessita ser convertida pela enzimas bacterianas (nicotinamidase/pirazinamidase) em sua forma ativa, emprego acido pirazinoico. O mecanismo de trabalhar da pirazinamida mas é pequena conhecido. Supõe-se que a pirazinamida penetre no bacilo de formato passiva, isto é convertida em acidez pirazinoico dar pirazinamidase e atinja alto concentrações durante citoplasma bacteriano em duc de um ineficiente sistemas de efluxo. Ministérios acúmulo de acidez pirazinoico diminuir o pH intracelular a níveis que causa raiz a inativação de enzimas, como a sabor azedo graxo sintase I, radical para naquela síntese são de ácidos graxos e, em consequência, prejudicando a biossíntese do acidez micólico. Naquela resistência à pirazinamida decorre de mutações no gene pncA, que codifica a enzima nicotinamidase/pirazinamidase e evitar a conversão da pirazinamida para der forma ativa.(50,52,53)

Metabolização e excreção

A metabolização excluir hepática e 70% da droga é excretada para o urina (3% de forma que metabolizada), principalmente pela filtração glomerular. Naquela meia-vida denominada de 9-10 h, contudo pode atingir até 26 h em pacientes abranger insuficiência renal se que houver a correção de doses.(3,51)

SNC

A pirazinamida melhor a barreira meníngea e atinge concentrações no LCR o mesmo, semelhante às enquanto plasma.(3,51)