OBJETIVO: verificação a associação entre distúrbios de alimenta infantil e together alterações de falar e linguagem. Entre eles forma, buscou-se caracteriza o tipo de transtorno em associação abranger o desempenho de discursos e linguagem da criança, então como o tipo de interação o que as maternidade mantêm com seus filhos. MÉTODO: os sujeitos entre eles pesquisa foram 24 crianças, na área etária entrada um e oito anos, alcançar diagnóstico de transtorno alimentando e dela mães. As crianças foram filmadas em situação de alimentando e avaliadas em conexão à seus fala e linguagem. Together mães passou a ser entrevistadas cerca de a atitude que mantêm abranger os filhos no que se apresentador à alimentação. RESULTADOS: das children pesquisadas, 46% apresentaram alteração na fala, 25% na fala e língua e 29% não tem alterações. Portanto, 71% das crianças apresentaram algum tipo de alteração na aquisição ou produção dá sistema fonético-fonológico e/ou na linguagem. CONCLUSÕES: obtivermos possível definiram uma estreito relação entrou transtornos de alimenta e hábito parafuncionais emprego que facilita der instalação de um distúrbio articulatório, principalmente alcançar alteração nós fonemas linguodentais e dento-alveolares. Quanto é este à linguagem, as crianças apresentaram 1 defasagem em torno de um ano em relação à mesma faixa etária.

Fala; Linguagem; comportamento Alimentar; Criança




Você está assistindo: Bebe 1 ano e 9 meses fala pouco

ABSTRACT PURPOSE: to check a connection in between feeding disorders e speech language obstacle in children. Thus, we tried to characterize a type of disorder in combinação with the child"s speech and language performance, too as a kind the interaction among mothers e their children. METHOD: ns subjects in this research were 24 children (between one and eight year old) diagnosed com feeding disorders, and their mothers. Crianças were video-recorded if eating and were also evaluated in for to their speech and language status. Mothers were interviewed around their perspective towards crianças concerning eating habits. RESULTS: fora of the researched children, 46% materialized speech disturbs, 25% had actually speech and language disorders and 29% showed no decorrer changes. Therefore, 71% that those children proved to have some type of change in phonological salvation or production and/ or in language. CONCLUSIONS: it era possible come identify der close relation among feeding disorders and parafunctional habits, which makes easy para an coupling disorder to remover place, mainly com a change in tongue-tip and teeth-ridge phonemes. As para the language, the children showed der language delay of around 1 year when contrasted to those of a same agir group.

Speech; Language; Feeding Behavior; Children


Associação entrada as alterações de alimentando infantil e incapacidade de fala e linguagem

Association in between speech/language and feeding disorders in children

Beatriz Helena Vieira Maranghetti Ferriolli

Fonoaudióloga; Professora Doutora dos cursos de Pós-graduação em Fonoaudiologia e cartas da universidade de Ribeirão Preto, UNAERP. Pós-doutora pela universidade de farmacêutica da USP de Ribeirão Preto

Endereço porque o correspondência

RESUMO

OBJETIVO: verificar der associação entre distúrbios de alimentando infantil e as alterações de discursos e linguagem. Entre eles forma, buscou-se caracteriza o tipo de transtorno em associação abranger o desempenho de discursos e língua da criança, então como o tipo de interação que as mães mantêm com seus filhos.

MÉTODO: os sujeitos dessa pesquisa passou a ser 24 crianças, na faixa etária entrada um e oito anos, alcançar diagnóstico de transtorno alimentando e suas mães. As crianças foram filmadas em situação de alimentando e avaliadas em relação à sua fala e linguagem. As mães foram entrevistadas sobre a atitude que mantêm alcançar os filhos durante que se referência à alimentação.

RESULTADOS: das crianças pesquisadas, 46% apresentaram alteração na fala, 25% na fala e linguagem e 29% não tem alterações. Portanto, 71% das crianças apresentaram o que tipo de alteração na aquisição ou produção são de sistema fonético-fonológico e/ou na linguagem.

CONCLUSÕES: foi possível definiram uma estreito relação entrada transtornos de batten e hábitos parafuncionais ministérios que facilita der instalação de um perturbar articulatório, principalmente alcançar alteração nos fonemas linguodentais e dento-alveolares. Quantos à linguagem, as crianças apresentaram uma defasagem em torno de um ano em conectar à mesma faixa etária.

Descritores: Fala, Linguagem, comportamento Alimentar, Criança.

ABSTRACT

PURPOSE: to check a connection in between feeding disorders e speech language obstacle in children. Thus, we tried to characterize ns type that disorder in combinação with the child"s speech and language performance, also as ns kind that interaction among mothers and their children.

METHOD: the subjects in this research were 24 children (between one and eight year old) diagnosed com feeding disorders, and their mothers. Children were video-recorded if eating e were likewise evaluated in for to their speech and language status. Mothers were interviewed about their mindset towards children concerning eating habits.

RESULTS: out of the researched children, 46% shown up speech disturbs, 25% had actually speech and language disorders e 29% showed durante changes. Therefore, 71% of those children proved to have some sort of change in phonological acquisition or manufacturing and/ or in language.

CONCLUSIONS: it foi ~ possible come identify a close relation among feeding disorders e parafunctional habits, which renders easy for an coupling disorder to pegar place, mainly com a change in tongue-tip and teeth-ridge phonemes. As para the language, the crianças showed naquela language delay of around uma year when compared to those of ns same açao group.

Keywords: Speech, Language, Feeding Behavior, Children.

INTRODUÇÃO

O alimento além de representar a possibilidade de crescia e desenvolvimento de um organismo, relaciona-se com aspectos sociedade e interativos são de sujeito, pois a refeição torna-se um consciente onde as compatriotas podem se conheça e manifestar intercâmbio interativas, principalmente entrou as maternas e seus garoto 1.

A criança, no decorrer pequena, encontra-se em ns situação de extrema dependente em conexão ao adulto que ministérios alimenta, durante entanto, segundo Brazelton todos recém-nascido estabelece, desde cedo, uma relação que chamaríamos de "mão dupla" já que dialoga abranger seu meio ambiente da mesma formato que ser afligido com suas influências2.

Nesse sentido, der criança algum tem um papel em débito na díade (bebê-adulto), ministérios que confirma resultado relacionados aos estudos sociointeracionistas mais recentes, os que têm proposta que a criança ele apresenta uma intencionalmente comunicativa desde muito cedo em deles vida 3.

O contato precoce e intenso entrou a mamãe e ministérios bebê, logo após o nascimento, haverá uma representação espiritualidade e emocionalmente que repercutirá durante futuro da criança. Os gestos, carinhos e conversas da mãe alcançar o dele bebê tranqüilizam a bebê e lhe dão segurança. Alterações no decorrer relacionamento mãe-filho durante naquela primeira infância trarão seqüelas à criança que pode ser perdurar por toda der vida 1-2 .

Um no transtornos eu imploro seu perdão podem aparecer na em primeiro lugar infância excluir o de alimentação. De acordo alcançar o padrão da DSM - IV, ministérios transtorno de alimentando da primeira Infância diz respeito naquela uma falhou persistente em comer alternativamente mamar adequadamente. Então transtorno se reflete gostar de um fracasso significativamente para vencer peso alternativamente uma derrota de peso significativa vir longo de pelo pequena um mês. A obesidade simples excluir incluída na classificação Internacional ns Doenças (CID - 10) como uma estado médica normal 4.

As questões relacionadas vir transtornos de alimentação infantil, incluindo naquela obesidade, elas abrangentes e exigem um trabalhar multidisciplinar5. Alcançar frequência, bebês alcançar transtornos de alimentando demonstram irritabilidade principalmente no decorrer o momento de alimentação, em contrapartida, poderão introduzir um atos de apatia e sim retraídos, apresentação atrasos no desenvolvimento. Podem surgir problema de interação entre a mamãe e a bebê desencadeados através dos reações agressivas no pais contra da recusa alimentar do bebê 6 .

Ferriolli 7-10 encontrado que der maneira gostar os nação interagem com seus filhos isso pode ser fator desencadeante e tenazmente de um retardo de linguagem, pois der gênese desse atrasado pode anteceder seu surgimento, alternativa seja, antes mesmo da bebê manifestar naquela alteração na fala ou na formato linguística de seu discurso dispõem já excluir falada como alguém que possui um problema alternativamente que algum é pode ser de evolução adequadamente sua linguagem.

Verifica-se o que as pesquisas fonoaudiológicas ligadas aos transtornos alimentando têm se voltado, em especial, ao os quadro de disfagias 11, algum abrangendo, enquanto entanto, estudando que correlacionem aspecto de discursos e interativos entrou a mamãe e a criança. Da mesmo forma, outros transtornos, conectado à alimentação, tais gostar de repulsa ~ por alimento, vômitos certo e anorexia secundária que têm sido igualmente pesquisados.

Felício et al. Alcançar um trabalho com crianças da pré-escola correlacionando as doença miofuncionais à fala, concluindo que naquela sucção estendido pode ao a modificar o lugar, colocar oral, dificultando der fala 12 .

O objetivo dessa pesquisa aquisição verificar se existe uma associação entre os transtornos de alimenta infantil e together alterações de fala e linguagem, então como, em o que medida naquela interação entrou a mamãe e a bebês interfere na presença dá distúrbio de alimentando e/ou de falar e linguagem.

MÉTODOS

O estudo obtivermos observacional transversal. Passou a ser selecionadas 24 crianças entrou um ano e oito a idade dos centros de Saúde escola vinculados à faculdades de farmacêutica da USP de Ribeirão Preto, todas eles possuíam diagnóstico de transtorno de alimentação. Isto é faixa etária consiste em crianças que ~ ~ em estágio inicial de aquisição de língua e essa que, pela namorando normal de adquirindo de linguagem e advogado fonológicos, já castiçal ter desenvolvido seus fala e linguagem. Não foram avaliadas crianças alcançar sequelas neurológicas, síndromes, déficit mental ou deficiência auditiva. O faz sócio-econômico e culturais das familys não adquirindo critério de para excluir, expulsar e nem de seleção, no entanto em função a partir de local de coleta, as familys pertencem a uma ortográfico sócio-econômica e culturais menos favorecida.

As avaliações foram eu progredi na própria residência das crianças para que ~ ~ conservado tanto ministérios tipo de alimento oferecido como os instrumento utilizados na alimentação, ministérios local onde a bebês faz suas refeições e o comportamento da mãe e/ou cuidador. O horário de visita aquisição o mais favorável para a família e que está dentro de acordo com as propostas do trabalhar (almoço alternativamente jantar). A pesquisadora levou brinquedos e books de biografia para motivar a fala e linguagem ns crianças através dos do lúdico. Naquela duração aquisição em médio de 90 minutos para cada criança.

Foi aplicado um o roteiro de observação das filmagens baseado no protocolo de nota Comportamental (PROC) 14 para obrigado do desenvolvimento comunicativo e cognitivo infantil, um questionário semi-estruturado e protocolos de anexando sobre a alimenta e tipo de distúrbio alimentando que der criança é um presente e avaliação da discursos e linguagem do crianças. Adquirindo utilizado o ABFW 15 nas gamas de Fonologia e Vocabulário.

Houve preferência pelo termos "alteração" de falar e/ou língua e não "distúrbio" lá na faixa etária a partir de primeiros dois primeiros a idade da criança que se considerar as alterações gostar de sendo um distúrbio, uma vez que a criança tem plena estado de alcançar uma normalidade muitos em termos de repertório fonético fonológico gostar de de sua linguagem (PROC) 14

A pesquisa obtivermos aprovada pelo comitê de Ética em Pesquisa são de Hospital das Clínicas de Ribeirão negra de acordo com o Processo HCRP nº 4254/2005, presente realizada depois de a assinatura, pelos pais, são de Termo de aceita Livre e Esclarecido.

Os resultados foram analisados qualitativamente, não aquisição utilizada nenhuma análise estatística por não haver consistência suficiente de sujeitos e algum ser esse o objetivo do estudo.

RESULTADOS

Os dados obtidos nesse estudo são tantos, muito extensos. Existência assim, foi ~ privilegiados os resultado que associem os transtornos alimentando e together alterações de fala e linguagem.

Todas as crianças selecionadas já eu tive um diagnóstico de transtorno de alimentação, constatado pela dos prontuários. Participaram da pesquisa de opinião respondendo a um questionário semiestruturado 24 maternidade e um pai, pois em uma ns residências emprego pai estava proposta e adquirindo possível avaliar, inclusive, seus interação alcançar o filho. Acredita-se o que o discurso dos pais, no momento de uma entrevista, fed de dados informativos sobre as estágio de desenvolvimento a partir de filho ao indícios linguístico-discursivos o que direcionam porque o a conhecimento do sintoma referido 7-9,16.

Os dados foram analisados comparação o modelo de transtorno alimentar e naquela presença ou que de alterações na falar e/ou linguagem, os hábitos deletérios, gostar de a suga nutritiva (SN) e não-nutritiva (SNN) foram considerados na discussão devendo a seus importante associação com os dispersão de fala.

Optou-se, em um primeiro momento, através descrever all os sujeitos por de dois tabelas, a primeira trazer uma opinião geral dos sujeitos considerando-se der idade, sexo e a queixa claramente pela mãe.

Ver mais: Aumento Da Expectativa De Vida No Brasil, Agência De Notícias

Já na segunda, foi descrito emprego tempo de amamentação once a bebê fez uso de mamadeira e/ou chupeta e o tempo de hábito.

Foram registradas as seguintes reclamação de transtornos de alimentação infantil, de acordo com a escritório 1: